Welcome Guest [Log In] [Register]
Viewing Single Post From: Finnegans Wake
Watson
Member Avatar
002
[ *  * ]
Spade
 
Reli o capítulo e li as notas. Para mim, continuou ininteligível. A leitura não é prazerosa; é penosa. Alguém lembrou que o Joyce moribundo lamentou-se para a esposa: "Didn't they understand?". Até aqui, eu não... Mas, como sou teimoso, seguirei em frente...


Somos dois teimosos então... Apesar de não ter entendido muito, também seguirei em frente... Agora, como as notas do Schuller não tem esclarecido muito, não estou conseguindo acompanhar o ritmo de leitura (essa semana foi meio corrida também por causa do feriado)... Pior, graças a minha curiosidade, acabo tendo de percorrer minha biblioteca em busca de informações sobre as referências que consigo identificar o que tem me tomado muito tempo, bem como a consulta a dicionários principalmente de francês e alemão (línguas que mais aparecem no texto pelo que pude perceber). Até consegui achar uma página que esclarece algumas referências em outras línguas e várias citações do texto: http://www.fweet.org/pages/fw_srch.php (dá pra fazer a pesquisa pelo nº da página - digite 4.0 e aparecerão referências sobre a página quatro das linhas 1 a 9 =4.01 a 4.09). Ocorre que, apesar de muito útil, as referências são incompletas, vez que percebi grande números de referências que não integram a respectiva base de dados (depois vejo até se cito algumas pois agora tenho que correr). De qualquer forma, o que li sobre Finn Maccol, Tim Finnegam, a relação dos personagens tem ajudado a melhorar um pouco a compreensão (até onde é possível compreender alguma coisa).

Spade
 
Tenho três críticas pessoais à tradução. A primeira delas: não gostei da substituição de referências a topônimos e nomes de escritores por outros que nos são mais próximos; penso ser recurso desnecessário.


De fato, muda muito o sentido do texto e às vezes ocasiona perda de conteúdo.

Spade
 
A segunda: na minha opinião, nas notas o tradutor força a barra para encontrar o emprego de palavras portuguesas no original, quando elas parecem muito mais derivar do espanhol. A terceira: a referência aos muçulmanos (5.16) é claramente depreciativa e, ao meu ver, o tradutor tratou o assunto de modo "politicamente correto".


De fato, passando o olho pelos dois textos (sem reler o contexto), tive a impressão de que a tradução foi mais politicamente correta... Depois vou reler com mais calma pra sentir o contexto...


Bem, como quase ninguém postou essa semana (mesmo porque houve feriado) acho que podemos dilatar o primeiro capítulo por mais esta semana ? O que vcs acham ? Até para que vcs possam dar uma olhada no site que apresenta as referências... Fiz um arquivo com as referências da página 4 à 10, mas é muito grande pra anexar.
Edited by Watson, Jun 27 2011, 03:15 PM.
Offline Profile Quote Post
Finnegans Wake · Literatura Estrangeira
Theme by tiptopolive of Zetaboards Theme Zone